top of page
  • Foto do escritorPrime Care

Descobri que tenho LIPEDEMA, que EXAMES preciso fazer?

Descobri que Tenho Lipedema: Quais Exames Preciso Fazer?


O diagnóstico de lipedema pode ser confuso e trazer muitas dúvidas. Para esclarecer essas questões, vamos abordar os exames que podem ser realizados para confirmar e acompanhar o lipedema, conforme explicado pelo especialista.

 


Exames Necessários para o Diagnóstico de Lipedema


1. Densitometria Corporal (DEXA)

A densitometria corporal, conhecida como DEXA, é um exame utilizado para medir a porcentagem de gordura em diferentes partes do corpo. Este exame ajuda a identificar se há uma maior concentração de gordura nas pernas, o que é característico do lipedema.

 

2. Ressonância Magnética de Partes Moles

A ressonância magnética é um exame detalhado que mostra a espessura da gordura em várias partes do corpo. Embora seja um exame muito informativo, sua realização pode ser demorada, levando de duas a quatro horas, e pode apresentar viés devido à compressão da gordura durante o exame.

 

3. Ultrassom de Partes Moles

O ultrassom é um método mais acessível e prático para avaliar a espessura da gordura nas coxas, glúteos, pernas e braços. É um exame sem radiação, o que permite sua repetição frequente para acompanhamento. O ultrassom oferece uma visão clara da distribuição da gordura, diferenciando-a do músculo.

 


4. Linfocintilografia

A linfocintilografia é utilizada para diferenciar lipedema de linfedema (acúmulo de fluido linfático). O exame envolve a injeção de uma substância entre os dedos dos pés e a observação de seu movimento até os linfonodos. Este exame é indicado para casos suspeitos de linfedema associado.

 

5. Análise da Ativação Muscular e Pisada

Este exame avalia a força e a ativação dos músculos das pernas, além da pisada e postura. Alterações na ativação muscular, como a hiperextensão do joelho e a pisada cruzada, são comuns em pacientes com lipedema. Este estudo tridimensional ajuda a definir exercícios específicos para melhorar a ativação muscular e a drenagem linfática.

 

6. Ultrassom Venoso das Pernas

O ultrassom venoso é importante para detectar insuficiência venosa associada ao lipedema. Trata-se de uma condição que pode prejudicar o tratamento do lipedema e deve ser acompanhada para evitar complicações.

 

Importância dos Exames


Realizar esses exames ajuda a obter um diagnóstico mais preciso e a acompanhar a evolução do lipedema de forma objetiva. Eles fornecem parâmetros claros para avaliar a efetividade dos tratamentos e fazer ajustes conforme necessário.

 

Conclusão


O diagnóstico e acompanhamento do lipedema envolvem uma série de exames que permitem uma análise detalhada da condição. Esses exames ajudam a diferenciar lipedema de outras condições, como linfedema, e a definir tratamentos mais eficazes. Consultar um especialista e seguir as orientações médicas é fundamental para o manejo adequado do lipedema.

9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page