top of page
  • Foto do escritorPrime Care

Entendendo o esporão do calcâneo: o que você precisa saber

Se você já experimentou uma dor desagradável na planta do pé, como se estivesse pisando em um prego, pode ser que esteja enfrentando o famoso esporão do calcâneo. Esse problema, comumente referido pelo público leigo dessa maneira, tem um nome mais técnico: fasceíte plantar. Essa condição envolve a inflamação da fáscia plantar, um tecido localizado na planta do pé, que se estende do calcanhar até a base dos metatarsos.


O que é a fáscia plantar?


A fáscia plantar é um tecido que funciona como uma mola, auxiliando no impulso necessário para a passada. Durante a pisada, ela estica e, em seguida, ajuda a impulsionar o próximo passo. Contudo, problemas surgem quando ocorre uma retração desse tecido, fazendo com que ele fique encurtado. Esse encurtamento pode levar a inflamações, principalmente em suas inserções no calcanhar e na parte da planta do pé.



Causas da fasceíte plantar


A principal causa da fasceíte plantar é o mau alongamento da cadeia muscular posterior do membro inferior, incluindo a coxa, a panturrilha e a própria planta do pé. Outro fator que contribui para o surgimento dessa condição é o uso de calçados inadequados. Calçados sem o suporte necessário ou com elevações inadequadas podem aumentar a tensão na fáscia plantar, precipitando a dor.


Por que é chamado de esporão do calcâneo?


O termo "esporão do calcâneo" vem da aparência que a calcificação na inserção da fáscia plantar adquire nos raios X, semelhante a uma espora. Essa característica, no entanto, é mais comum em casos crônicos e não é a calcificação em si que causa a dor, mas sim a inflamação da fáscia.



Tratamento e prevenção


O tratamento da fasceíte plantar e, por extensão, do esporão do calcâneo, foca no alívio da inflamação e na prevenção de recidivas. Isso inclui:


●     Melhoria do alongamento: Um bom programa de alongamento, guiado por um fisioterapeuta ou educador físico, é fundamental. O alongamento adequado da cadeia posterior do membro inferior pode aliviar e prevenir os sintomas da fasceíte plantar.

●     Uso de calçados adequados: Calçados que proporcionam um leve elevação do calcanhar podem reduzir a tensão na fáscia plantar. Sandálias com uma elevação de 3 a 4 centímetros ou tênis esportivos com suporte adequado são recomendados.

●     Cuidado ao andar descalço: Evitar andar descalço, especialmente em superfícies duras, pode prevenir a piora dos sintomas. Manter um calçado confortável ao lado da cama para usar nas primeiras pisadas do dia pode fazer uma grande diferença.


A fasceíte plantar é uma condição comum que, com o tratamento e cuidados adequados, pode ser gerenciada eficazmente. Se você suspeita que está sofrendo dessa condição, buscar orientação médica é o primeiro passo para um diagnóstico correto e um plano de tratamento eficaz. Lembre-se, a prevenção e o cuidado adequado são as chaves para manter seus pés saudáveis e livres de dor.

12 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page